quinta-feira, 2 de abril de 2015

Abril, mês de referência ao livro, à literatura e à leitura

Abril é mês de leituras mil. Três datas importantes marcam o livro, a literatura e a leitura.

Dia Mundial do Livro Infantil, em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, autor de contos mundialmente conhecidos, tais como O Patinho Feio e A Pequena Sereia, O Soldadinho de Chumbo, A Roupa Nova do Rei.

Hans Christian Andersen encantou crianças de todo o mundo com seus contos de fadas, dos quais sempre tirávamos uma lição de vida, um exemplo ou uma metáfora, que mais tarde, na vida adulta, faria todo sentido. Os padrões de comportamento dos personagens trazem sempre confrontos entre aos mais favorecidos e menos favorecidos, aplicáveis a muitas circunstâncias e tentam passar a ideia de direitos iguais para todos.




***


Dia Nacional do Livro Infantil, homenagem ao editor e autor brasileiro Monteiro Lobato, pai da literatura infantil no Brasil, cujas obras infantis, dentre elas, O Saci, A Chave do Tamanho, Reinações de Narizinho, Memórias da Emília, encantaram crianças e adultos.
Com Monteiro Lobato, as crianças do Brasil conheceram toda a brasilidade de personagens comuns, gente boa, gente inocente, e toda a magia de personagens fabulosos, que mexeram com a imaginário, por intermédio de um estilo diferenciado de escrita, colocando sempre os dois elementos, lado a lado, o real e fantástico.




***


Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, em alusão ao falecimento dos escritores Miguel de Cervantes e William Shakespeare, criado pela Conferência Geral da UNESCO em 1995, para promover a o prazer da leitura, a publicação de livros e a proteção dos direitos autorais.
Cervantes e Shakespeare presentearam o mundo com suas obras, que se perpetuaram por séculos até os dias de hoje e e tornaram clássicos da literatura mundial, sem perder o valor de impacto que causam ao serem apreciadas. Ao longo do tempo foram sendo representadas nas mais diferentes formas artísticas. O cavaleiro andante e o general do exército e rei da Escócia, são protagonistas marcantes de suas obras, o romance de cavalaria Dom Quixote de la Mancha e a tragédia inglesa Macbeth.




Como posso esquecer das lições dos clássicos que li?


Nenhum comentário:

Postar um comentário