quarta-feira, 26 de julho de 2017

Avós: a nossa descendência mais próxima

Pessoas que conheceram seus avós e tiveram a oportunidade de contar com a convivência frequente deles foram privilegiadas com essa benesse da história familiar. Foram contempladas com relatos e fatos de uma geração mais distante, fora do contexto conhecido, quiçá, ouviram histórias das peraltices e proezas dos pais quando crianças. Uma riqueza de conteúdos!

Pais dos pais, os avós são eternos, principalmente quando são imortalizados nas nossas mentes, nos nossos nomes e nas paredes de nossas casas. São merecedores desse dia de hoje para serem bem lembrados.

Não tive o privilégio de conhecer minhas avós, mas herdei o nome de Luiza da avó paterna. O nome de Jovita, da minha avó materna, foi para a minha mana Vita. Quanto aos avôs, ainda muito pequena, tive contato com ambos, que cederam seus nomes para meus irmãos, Arthur Fábio e Pedro Altino.


Maria Luiza e Arthur

Jovita e Altino

Em casa, já preparei o recanto para imortalizar os pais do casal, avós dos nossos filhos.

Maria da Conceição e José Armando
Lindalva e José Mario

Um comentário:

  1. Ana, importante ressaltar nossas origens, sua postagem enaltece os nossos antepassados, preservando a memória da família.

    ResponderExcluir