quinta-feira, 7 de junho de 2012

Bibliotecas são instituições dentro de instituições


Adquiri o livro Bibliotecas como organizações, de Alba Costa Maciel e Marília Alvarenga Rocha Mendonça, da Editora Interciência, porque seu título me chamou a atenção. A ideia sempre me acompanhou pela bibliotecas por que passei e nos círculos profissionais biblioteconômicos, quando eu sempre comentava a respeito. 

Na verdade, o que eu afirmava era: as bibliotecas são instituições dentro de instituições, título que estou dando a este post

Bibliotecas com  missão, visão, valores, planejamento estratégico e até orçamentos próprios, mas, é óbvio, que tudo deve estar alinhado e de conformidade com a instituição mantenedora.

Quando atuamos em bibliotecas ou até mesmo quando só as frequentamos, já podemos perceber esse corpo constituido e que consegue se manter como instituição, seja ela de um banco, de uma escola, de uma universidade, de uma empresa, é a biblioteca enquanto instituição dentro da instituição que lhe mantém. Ela tem espaço peculiar, diferenciado, horário de funcionamento e até regulamento próprio. Diferente de outros segmentos que são parte do todo e que atuam exclusivamente sob a égide da instituição, a biblioteca pode interagir com seus usuários e suprir suas demandas,  ousando, criando e desenvolvendo projetos específicos, bastando para tanto, seguir  os mesmos objetivos da organização.

Mas, voltando ao livro, de leitura fácil e didática, as autoras tratam sistematicamente o assunto, cobrindo o contexto de uma Biblioteca, todas as suas facetas técnicas e operacionais  mostrando o aspecto administrativo e de gestão do profissional bibliotecário que conduz uma biblioteca. É a teoria da administraçao aplicada às bibliotecas, missão, visão, planejamento, funções, fluxogramas, etc. 

Quer entender, planejar ou gerir uma biblioteca? Faça a leitura de Bibliotecas como organizações, mais uma obra indispensável na minha biblioteca pessoal.


 




Um comentário: