quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Fazer "a alegria dos livros"


Livros novos prontos para serem adquiridos e levados às mãos dos leitores. Na calada da noite se exercitam, fazem suas evoluções e coreografias em cores e movimentos, trocam de lugar, passeiam nas estantes, conversam uns com os outros e interagem com os outros objetos. Quem sabe, no dia seguinte, poderá ser a vez!

As horas se passam, o dia amanhece e tudo volta à normalidade. A porta se abre e os livros se fecham, se comportam. No contexto real, só vão ser abertos novamente nas mãos dos próximos leitores. No contexto fantasioso, na próxima noite.

Não vamos esperar que a porta se feche para dar alegria aos livros. Eles querem sair, eles querem ser lidos e explorados.



Advertising Agency: Lowe Roche, Toronto 
Creative Director / Photographer / Director / Editor: Sean Ohlenkamp 
Music: Tom Westin, Grayson Matthews Music + Sound


Apesar de o objetivo ser a divulgação da Livraria Type, em Toronto, Canadá, essa foi a minha leitura da fabulosa animação "The joy of books", que, de una fora ou de outra, não deixa de contribuir para a venda dos livros.

Fazer a alegria dos livros é conduzi-los aos leitores, sejam eles infantis, jovens ou adultos. Livros existem para todos os gostos, não há desculpas para a não leitura.

Dados, informações, conhecimento, um potencial imenso registrado nas páginas está pronto para entrar em ebulição nas mentes dos leitores. Deixá-los parados, inertes é desperdício. Autores querem registrar e compartilhar suas ideias, querem transmitir conhecimentos.

Livros também podem ser trocados, doados, passados adiante.

Vamos fazer a alegria dos livros e, sobretudo, a alegria dos leitores!


Postagem motivada pela postagem de blogbethbaltar, em 09/12/2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário