domingo, 7 de abril de 2013

Memorial Arquiteto José Armando Farias, referência a meu pai


Um historiador é alguém que busca resquícios, estejam onde estiverem, que junta fragmentos, mesmo que dispersos em vários lugares, que dentro da linearidade, desenha contornos, para fazer a leitura de tudo e tentar entender o contexto, contando a história, com o objetivo de preservar a memória e deixar um legado para a posteridade.

Esse alguém tem nome e está no seio da família, Historiador e Pós-graduado em História do Brasil e do Ceará, Armando Farias, meu irmão caçula. 

Além da busca do mobiliário, de objetos do convívio da casa dos familiares, de retratos e recortes, especialmente, fez o resgate dos trabalhos e objetos do nosso pai, Arquiteto José Armando Farias. Em momento oportuno, compôs todo o ambiente, criando o "Memorial Arquiteto José Armando Farias", na própria casa que ele projetou e construiu, na própria sala em que ele mesmo equipou, onde outrora ministrou curso para os professores do Colégio Christus, por ocasião da lei que instituiu o ensino profissionalizante para as escolas.

E eu fiz questão de posar e registrar tudo isso, primeiro com meu irmão Historiador, o idealizador do memorial, memorial carregado de contexto, em que a leitura é só alegria, orgulho e muita saudade... Depois, em cada cantinho desse ambiente, curtindo cada detalhe da vida profissional e pessoal do meu pai, com minha mãe, mulher inspiradora e apoiadora de muitos projetos dele e, por fim, com todos os meus irmãos, marcando a descendência do casal para a posteridade.

Tenho a certeza de que o "garimpar" continua e outras peças ainda serão acrescidas à coleção.










   






6 comentários:

  1. Ana,
    Visitando hoje o seu blog tive a grata surpresa de ver registrado com detalhes esse acontecimento importante da nossa família,o nascimento do MEMORIAL ARQUITETO JOSÉ ARMANDO FARIAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A senhora é responsável direta, facilitando e apoiando tudo isso.

      Excluir
  2. Prezada Ana Luiza,
    estou realizando uma pesquisa de mestrado sobro o arquiteto Ivan Britto, contemporâneo de seu pai, com o qual dividiu um escritório e projetos na década de 50 e 60. Gostaria de marcar uma entrevista e visitar o memorial. Seria de muita utilidade para a pesquisa. Agradeço a sua atenção. Abs,

    Arq. Marcus Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcus!
      Boa noite!

      Será um prazer atendê-lo. O Memorial fica na casa da minha mãe, vou conversar com o meu irmão Armando, historiador e responsável pela montagem e administração do memorial e retorno em seguida.

      Excluir
  3. Prezada Ana Luiza,
    Me chamo Danielle Castro, sou estudante de arquitetura e estou realizando um trabalho sobre a edificação DAER realizada pelo seu pai. Engrandeceria muito o meu trabalho ter uma conversa sobre essa obra que aconteceu em meados dos anos 1959 - 1961.
    Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danielle! Temos fotos dessa época e o projeto com pranchas 1, 4, 5, 6, 7, 8 e 9, além de duas de detalhes (auditório e hall). Teremos prazer em fornecer informações. Como você viu, mantemos o memorial com o acervo dos trabalhos dele na sua trajetória profissional.

      Excluir